terça-feira, 6 de janeiro de 2015

MORRE PRIMEIRA JUDIA A SER COROADA “MISS AMERICA”

10911327_589151914518451_8091706758755417850_o

Bess Myerson estava com 90 anos. Ela recebeu prêmio máximo de beleza em 1945.

Victor Grinbaum – MENORAH BRASIL

Morreu no dia 14 de dezembro em Santa Mônica, na Califórnia, Bess Myerson, a primeira e única mulher judia a ser coroada “Miss América”, em 1945. A morte de Myerson, que sofria de demência, foi anunciada somente nesta segunda-feira.

Nascida no bairro nova-iorquino do Bronx em 16 de julho de 1924, Bess era filha de um casal de imigrantes russos pobres. Estudou piano desde a infância e seu primeiro trabalho foi como professora do instrumento musical. Mas aos 21 anos, ela se tornou famosa nos Estados Unidos ao ser eleita “Miss América”, representando Nova York. Alta, sorridente e dona de uma belíssima cabeleira castanha, ela não teve dificuldades para vencer as demais concorrentes, embora os organizadores do certame quase a tenham obrigado a adotar um pseudônimo “menos judaico”. Ela se recusou. Na ocasião, espalhou-se a versão de que Bess se inscrevera no concurso de miss pensando apenas em ganhar o suficiente para adquirir um piano de cauda, e assim melhorar suas aulas. Após deixar de ser miss, ela se engajou em diversas entidades de direitos civis, entre elas a Anti-Defamation League, que combate o antissemitismo.

A partir de 1954, Bess se tornou apresentadora de televisão, além de palestrante. Nos anos 70, tentou a carreira política ao lado do então parlamentar Ed Koch, que acabaria sendo eleito prefeito de Nova York.

Bess Myerson casou-se duas vezes e teve dois filhos. Retirada da vida pública após um escândalo envolvendo o roubo de produtos em uma loja de departamentos nos anos 80, ela morreu na obscuridade. Desde 2013 estava recolhida em uma casa de repouso para idosos, após passar por um câncer nos ovários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários serão moderados, não sendo publicadas ofensas, propaganda racista ou revisionista, ou proselitismo, resguardado o direito de liberdade de expressão. Se vc quiser ofender, crie seu próprio blog. É fácil! Por mais ofensivo que for, nenhum usuário que não tiver seu comentário publicado será considerado como spam ou será bloqueado.